Longevidade

Longevidade

24 de julho de 2018 cursos 0

Os maiores culpados pelo envelhecimento (principalmente o precoce) são os maus hábitos. Aqueles que cometemos no dia-a-dia e, em meio à atribulada rotina, nem nos damos conta. Estresse, poucas horas de sono, falta de hidratação, sedentarismo e alimentação desequilibrada são apenas alguns dos hábitos de vida prejudiciais à saúde.
Alguns especialistas estimam que a longevidade se deve em cerca de 75% aos hábitos e apenas em 25% aos genes.
Veja 4 dicas para quem quer se preparar para um envelhecimento ativo e bem sucedido:
🔸Beba água gelada
Que é importante beber, pelo menos, dois litros (seis copos a oito copos) de água por dia, todo mundo sabe. Mas você sabia que o melhor é dar preferência ao consumo água gelada? Ela aumenta o metabolismo, pois o organismo precisa gastar energia para igualar a temperatura da água com a do corpo.
🔸Durma bem
Estudos sugerem que a falta de sono crônica pode ter um impacto negativo nas funções metabólicas e endócrinas. Quando se dorme menos de cinco horas, há um desequilíbrio no metabolismo.
🔸Faça atividade física
Muitas pessoas se queixam da falta de tempo para praticar exercícios físicos. Mas especialistas garantem que essa “desculpa” não é mais justificativa para descuidar da saúde. Pequenas mudanças de hábito, como abrir mão do controle remoto da televisão, preferir as escadas aos elevadores, organizar horários e até mesmo atividades do cotidiano, como lavar o carro ou passear com o cachorro, podem contribuir na hora de sair do sedentarismo, incentivam à prática de exercícios e ajudam na busca por uma melhor qualidade de vida.
🔸Modulação hormonal
A modulação hormonal nada mais é que a reposição hormonal levada aos detalhes, uma reprodução individualizada da natureza ou ainda uma mimetização hormonal. A ideia é repor todos os hormônios que estiverem em níveis, baixos, inadequados, para todos os pacientes que não tiverem contraindicação.
O tratamento não tem como alvo dar doses suprafisiológicas.O alvo é nos deixar equilibrados com adequação das doses para o conjunto dos hormônios, otimizando nossa saúde, energia e qualidade de vida para que haja uma longevidade saudável#saude #medicinaintegrativa#envelhecimentoativo

Fonte: https://www.facebook.com/flavio.garcia.1291?hc_ref=ARQZxISZrFX7bwWTI5huNuQ13Pb9F0GsuOC0yWCL65FB19L7nAeWvQGyuF6z1u5x4fY&fref=nf

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *